Blog
Empreendedorismo Feminino
27/09/2019 - 00:00

Mulheres ganham espaço e já são maioria no mundo do empreendedorismo.


Um mercado fragmentado, incerto e com opções reduzidas de trabalho. Tudo isso aliado a uma energética vontade de ser o seu próprio patrão. 

O empreendedorismo aparece com uma alternativa para milhares de brasileiros e brasileiras que, ano após ano, tentam ganhar o pão de cada dia, sem chefes a obedecer, gerindo seus próprios negócios. Na ação de empreender é necessário nutrir uma visão aguçada para as demandas da sociedade, encontrando as melhores maneiras de solucioná-las.

Nesse cenário intenso, a liderança feminina vem ganhando cada vez mais espaço. Se em tempos atrás o empreendedorismo feminino não era encorajado, após muita luta, elas não somente tocam seus próprios negócio como ocupam posições de grande destaque no mercado de trabalho. 



Dona Rosa Di Stefano, iniciou sua paixão pela costura e modelagem com 14 anos, transformando sua garagem de casa em sala de aula. Tidy, foi criado em 1983 atuando no mercado de vestuários com o intuito de democratizar a alfaiataria, com peças clássicas e contemporânea, para todas faixas etárias, com peças femininas e masculinas. 

 Todos os modelos são desenhados exclusivamente para cada cliente conforme desejam, mesmo que sejam alugados. Com a tradição de sempre acreditar que a beleza é diversa e elegante, suas peças misturam a moda tradicional e contemporâneo em cada medida. 

A dona da marca quebrou as estatísticas e fez sua empresa crescer mais do que imaginava. As lojas contam com vestidos de noivas, debutantes, plus size, kids, becas e esporte fino masculino. 



Ainda que alguns insistam em tê-las como “sexo frágil”, as mulheres conquistam cada vez mais protagonismo, sendo donas dos seus próprios negócios ou exercendo funções de destaque dentro das empresas.

Venha fazer parte da história deste empreendimento que deu certo e alugue já trajes incríveis para arrasar em seus eventos. 

Assim, a mulher que produz trufas caseiras para vender em seu bairro, a boleira, a costureira são alguns exemplos de empreendedorismo e liberdade de renda. 

O empreendedorismo feminino é mais do que uma vertente do empreendedorismo geral: é o empoderamento, uma filosofia, que traz transformação social, impulsiona cada vez mais mulheres a conquistarem o sustento de sua família e a ganhar espaço na sociedade.



Busca
Categorias